Sustentável : Que Bicho é Esse?

sexta-feira, 17 de junho de 2011

SER A BELA E A FERA EM SUSTENTABILIDADE

SER A BELA E A FERA EM SUSTENTABILIDADE


Enfeitar-se é um ritual tão grave.
A fazenda não é um mero tecido,
é matéria de coisa.
É a esse estofo que com meu corpo eu dou corpo.
Ah, como pode um simples pano ganhar tanta vida?
Meus cabelos,
hoje lavados e secados ao sol do terraço,
estão da seda mais antiga.
Bonita?
Nem um pouco, mas mulher.
Meu segredo ignorado por todos e até pelo espelho:
mulher.
           Clarice Lispector, Jornal do Brasil, 23.11.1968


Um dos melhores indicadores de desenvolvimento sustentável é a existência de ações simultâneas e coordenadas, voltadas para três objetivos: o desenvolvimento nas dimensões social, econômica e ambiental. A isso se dá o nome de visão triple bottom line.

O tema desse episódio é estabelecer um paralelo entre o pessoal e o profissional, levando o público a refletir sobre sustentabilidade intrínseca e extrínseca, ou seja, entre o ser e o estar sustentável.

 Como podemos ser uma empresa ambientalmente responsável , socialmente justa e economicamente viável, se não tivermos incorporado este conceito nas nossas atitudes pessoais?

 Uma empresa socialmente responsável é aquela que possui a capacidade de ouvir os interesses das diferentes partes stakeholders (acionistas, funcionários, prestadores de serviço, fornecedores, prestadores de serviço, consumidores, comunidade, governo e meio ambiente) e consegue incorporá-los no planejamento de suas atividades, buscando atender às demandas de todos. Será que agimos desta forma em nossas relações pessoais?

Na teoria tudo parece muito bonito, porém, na prática, não é uma tarefa simples. Como ser uma mulher bela, doce, suave e ao mesmo tempo uma fera, determinada, imponente e respeitada no mundo empresarial? O que isso significa e como se reflete nas nossas vidas?

Como nada é impossível para a mulher de hoje, o convido a permear o dia-a-dia feminino, em ambientes sociais distintos, sempre com a preocupação de ser sustentável. Do café da manhã em família à decisão de um grande investimento corporativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário